Espinhas no bebê recém-nascido: como tratar

Aparecem algumas espinhas no seu recém nascido? Veja as principais causas e o tratamento recomendado para estes casos específicos de espinhas no bebê recém nascido

Escrito por -


Muitas mamães, principalmente de primeira viagem, ficam bastante preocupadas com o aparecimento de espinhas no bebê recém-nascido. Geralmente essas espinhas aparecem logo na primeira semana, e costumam demorar meses para pararem de surgir.

Você não precisa se desesperar, a acne neonatal, como esse “problema” é conhecido, afeta 30% dos recém-nascidos e costuma desaparecer até o sexto mês, em muitos casos, sem precisar de tratamento.

Isso acontece com bebês com predisposição genética, após a liberação dos hormônios da mãe durante a gestação, durante a amamentação e período pós-parto. É normal que esses hormônios ainda permaneçam no corpo do bebê até os 6 meses de vida.

Porém, é preocupante, e existem tratamentos que auxiliam no desaparecimento dessas espinhas em poucas semanas. São métodos simples e práticos que vão exigir alguns cuidados com a pele do bebê, como mudanças na lavagem e assepsia da pele.

espinhas no bebê é normal?
Pode não parecer, mas é comum que espinhas surjam na pele do recém nascido.

Espinhas no bebê recém-nascido: como tratar

 A melhor indicação é que você acompanhe o surgimento dessas espinhas no bebê com um pediatra, para saber se realmente se trata de acne neonatal, já que algumas doenças podem apresentar sintomas semelhantes.

É necessário se certificar se realmente você pode ficar tranquila e iniciar o tratamento correto para a acne neonatal.

O tratamento consiste em pontos básicos como:

  1. Não esprema as espinhas, de forma alguma.

Além de fazer com que a pele da criança produza mais óleo agravando o problema.

  1.  Lavar a pele do bebê com água e sabonetes bem suaves

Limpe o rosto dele com água morna, e use sempre sabonetes com fórmulas feitas especialmente para bebês. Nada de usar produtos para adolescentes ou adultos, pois são muito agressivas a pele sensível de recém-nascidos.

Se você não puder usar sabonetes para bebês, procure passar sabonetes com alta porcentagem de emolientes pois costumam ser sabonetes suaves. Além de usar também hidratantes faciais leves, e não oleosos.

  1. Evite esfregar a pele ao lavar e secar

No banho, evite esfregar a pele do bebê, use sempre uma esponja ou um pano macio para limpar a pele do bebê.

Na hora de enxugar, evite esfregar a toalha. Friccione suavemente a tolha nas áreas afetadas, enxugando delicadamente. Outra dica é usar toalhas macias e leves.

  1. Não use loções oleosas

Procure evitar passar loções nas áreas afetadas pelas espinhas, principalmente se a loção não for indicada para peles oleosas. Mais óleo só vai agravar o quadro do bebê, mesmo que as espinhas pareçam secas, as espinhas são causadas sim por excesso de óleo.

Troque loções por cremes hidratantes mais secos, e acompanhe a reação da pele do bebê quanto a esses hidratantes, se o quadro se agravar, pare imediatamente o uso.

Leia também:
É normal ter espinhas no início da gravidez?
Como são formados os cravos e espinhas?

bebê tem espinhas?
Foto: GestaçãoBebê

 Bebê pode ter espinhas?

Sim, e é até normal, na maioria dos casos, bebês apresentarem espinhas e acnes pela pele, começando da quarta a quinta semana de vida, e podendo a aparição continuar até o quarto a sexto mês de vida.

Tais espinhas, ou “bolinhas vermelhas”, não causam nenhum incômodo ou dores para o bebê. Se por acaso causarem algum desconforto para a criança, procure imediatamente avaliação médica para especificar realmente do que se trata e obter o melhor tratamento.

 Espinhas no rosto do bebê – O que fazer?

A respeito de tratamento através de medicações, evite aderir tratamentos para acnes em adolescentes e adultos. O tratamento para bebês é diferente, alguns produtos podem tornar a pele do seu bebê muito seca, causando até dor, em alguns casos, para os mesmos.

É fundamento não usar medicação sem indicação e autorização do pediatra.

Outro ponto que você pode explorar é pedir ao médico para receitar algumas pomadas, caso o caso seja grave ou cause algum desconforto para o bebê. Geralmente os cremes receitados são á base de retinoide. Os retinoides são um composto químico importante no regulamento do crescimento do tecido da pele.

Espero que este artigo tenha ajudado a diminuir algumas preocupações, e lhe dado dicas importantes de como tratar o problema de espinhas no bebê recém-nascido. Além disso, procure também a opinião de um especialista, que é sempre o mais indicado para lhe dizer quais os melhores tratamentos.



Espinhas no bebê recém-nascido: como tratar
Avalie!